domingo, 26 de abril de 2015

Em São Paulo- SP

Uma rápida viagem a São Paulo para visitar as manas Arlete, Nancy, Christiano e sua esposa Maria Helena, além é claro da querida Dona Dolores, mamãe eterna. Voo tranquilo de Porto Velho a São Paulo, isto na última semana do feriado do dia 21. Chegando na residencia da Arlete e fui recebido pelo meu sobrinho Anis. Muito bom rever os familiares, pois há muito tempo estou aqui no norte do Brasil. A ida a residência da Arlete proporcionou mais um bom momento, ou seja, o encontro com a minha querida prima do coração a Dulce, a mesma estava acompanhada dos filhos Alex e Andressa, além de um casal de amigos. Muito bom este encontro. O retorno também foi dentro da mais alta tranquilidade às Terras de Rondon.  Algumas fotos para registrar o fato.

Aqui sendo recebendo pelo meu sobrinho Anis

Um bom vinho é muito bom



Um cafezinho com o Anis, que por sinal é uma Advogado de primeira linha, muito estudioso

Uma bela pintura com o Fusca, que por sinal digo o seguinte: Amo Fusca

Alex, Dulce (prima), Andressa (prima) e amigos da Dulce, poxa esqueci o nome e Eu.


Aqui com o Eduardo, garçom da Padaria próximo ao Hotel. São Paulo tem cada Padaria de primeiro mundo, não resistimos e comparecemos para um ótimo almoço


 
Nancy, Dona Dolores, Anis, Silas (cunhado) e Eu. A Arlete não quis ser fotografada, coisas de mulher...!

Colocando o Blog em dia com as postagens, isto no Hotel. E que Hotel bom viu!

Aqui com o meu sobrinho Christiano

Lendo um bom livro e, às vezes dando uma espiadinha no movimento do Aeroporto em Brasília-DF



OPINIÃO DE PRIMEIRA

O FIM DO DIÁLOGO NA QUESTÃO DO TRANSPORTE COLETIVO

Não houve solução negociada. Já caminhando para o 52º mês sem conseguir reajuste das tarifas, as empresas de ônibus estão prestes a entrar em colapso. E não conseguiram, da Prefeitura de Porto Velho, qualquer tipo de parceria. Pelo contrário. Desde quando assumiu, o prefeito Mauro Nazif deixou claro que iria fazer de tudo para romper o contrato atual dos ônibus que fazem o transporte diário de milhares de porto velhenses. Tentou pela via judicial e não conseguiu. Criou então uma comissão apenas com representantes indicados pela administração municipal e, no final, decidiu anunciar que o acordo que já dura longos anos, será rompido de forma unilateral. Imediatamente as empresas reagiram, através de dura nota, denunciando perseguição política e até sugerindo suspeitas sobre os motivos que teriam levado a Prefeitura a tomar a decisão que tomou. Ilegal, segundo o SET, Sindicato do sistema de transporte coletivo. Ou seja, o caso ainda vai ter longa caminhada no Judiciário.
O prefeito Mauro Nazif acusa as empresas de não cumprirem acordos feitos de melhorias no sistema. As empresas se defendem, questionando como vão fazê-lo com a mesma tarifa há quatro anos e quatro meses. Denunciam ainda a péssima qualidade de inúmeras ruas por onde os ônibus precisam trafegar e que não têm qualquer apoio do poder público, ao contrário do que acontece em inúmeras cidades brasileiras. Infelizmente, o diálogo acabou. Agora, tudo será decidido nas barras dos tribunais, O que se espera é que a população, usuária do serviço, não seja prejudicada. E que a Prefeitura faça sua parte, melhorando a qualidade das vias e exigindo das futuras empresas que vierem para a Capital, não se sabe quando, o mesmo tipo de tratamento que têm dado às que realizam, atualmente, o serviço de transportar a população.
MAIS VÍTIMAS - Depois das primeiras denúncias do que os Correios andam fazendo com os consumidores, enganando-os, por cobrar pelo Sedex, um serviço que não está prestando corretamente, pelo menos uma dezena de novas reclamações chegaram a essa coluna. Há casos em que um correspondência saiu do Rio de Janeiro em dezembro e até hoje não chegou. Há outro em que a cliente reclama por meses a fio e ninguém sabe explicar onde está a mercadoria que comprou, lhe foi enviada e nunca chegou. Hora do Ministério Público e da Defensoria do Consumidor agirem, antes que o número de vítimas se multiplique ainda mais...
JUIZ RONDONIENSE - O caso do juiz aposentado Mozart Hamilton Bueno, que teve importante passagem pelo Judiciário rondoniense, continua repercutindo em todo o país. Depois de ter recebido há 30 anos a Medalha da Inconfidência, ele a devolveu. Em protesto contra a homenagem que o Governo de Minas Gerais fez ao destrambelhado João Pedro Stédile, o líder do MST que nunca viu uma enxada na vida. Além do ato do juiz Mozart, pelo menos 20 entidades do setor produtivos mineiro publicaram na imprensa do Estado, uma nota de repúdio à medalha entregue à Stédile. O homem só tem mesmo a simpatia dos seus companheiros de partido. Dos petistas, é claro!
CASTIGO POR TRABALHAR - Fiscais da Prefeitura da Capital lacraram o Hotel Aquarius, na Capital, por falta de renovação do alvará. Com a crise do setor hoteleiro no geral (a maioria dos hotéis não consegue chegar nem a 25%¨da lotação, nos últimos meses), a tributação municipal decidiu triplicar o valor do alvará, elevando-o de cerca de 5 mil reais para 15 mil reais. É uma espécie de "castigo" para o Aquarius e todos os hotéis, por funcionarem 24 horas. Ou seja, se não tivessem hóspedes para atender noite e dia, essas empresas pagariam bem menos. Não é uma absurda inversão de valores?
PURA BURRICE! - Aliás, para alguns órgãos de governo em todas as instâncias, as empresas têm que ser exploradas ao máximo, pagando tudo muito mais do que deveriam; elas têm que ser espoliadas e pagar o maior pacote de impostos do mundo. Na semana passada, outra prova por essas terras de Rondon. Uma empresa média de Porto Velho, que pagou em fevereiro 12 mil reais pelo consumo de energia, continuou consumindo o mesmo, mas a conta que recebeu da Eletrobras Rondônia aumentou em 50 por cento em um mês. Passou para 18 mil reais. Parece que querem mesmo acabar com a galinha dos ovos de ouro. Burrice pura!
PAROU TUDO - Frequentadores do Espaço Alternativo (e eles são em número cada vez maior), andam preocupados: as obras estão paralisadas há longo tempo e não há sinal de que recomeçarão tão cedo. Parece que o impasse principal, agora, é burocrático. Faltam documentos que estão sendo exigidos pela área ambiental do município. O risco é de que o que já foi feito comece a ser destruído, incluindo os caros equipamentos colocados a disposição do público. O governo até tem tentando tocar o serviço em frente, mas, ao menos até agora, não tem conseguido.
PERGUNTINHA - Você atentou para o fato de que o quarto mês do ano está terminando e a economia brasileira continua andando para trás, como caranguejo?
Fonte: Jornalista Sérgio Pires


sábado, 25 de abril de 2015

Almoço com os filhotes

Um almoço neste sábado (25) com os "filhotes" Anis e Yuri. Ainda mais que o Anis "pagou a conta", beleza.... Muqueca de dourado e com camarão para completar. O delicioso almoço foi lá  Bar do Ceará, especialista no trato com os "nativos da água". Veja ai  a foto.



Estudo prova forte ligação do cão com o dono

Coronel Cintra, meu grande Amigo
O vínculo especial que existe entre o homem e seu melhor amigo, o cachorro, é construído em um processo hormonal que é ativado quando ambos se olham. A relação homem-cachorro funciona de maneira semelhante ao que se dá entre mãe e filho, segundo um estudo publicado nesta no dia último dia 16 pela revista "Science". Uma equipe, liderada por Miho Nagasawa, da universidade japonesa Azabu, comprovou que a troca de olhares entre o cachorro e seu dono dispara os níveis de ocitocina no cérebro dos dois. O hormônio é conhecido como "hormônio do amor" e é relacionado a padrões sexuais e à conduta paternal e maternal.

A ocitocina atua também como neurotransmissor no cérebro e tem um papel importante no reconhecimento e estabelecimento de vínculo sociais, assim como na formação de relações de confiança entre as pessoas. Para realizar esta pesquisa, os cientistas puseram vários cachorros com seus donos em um quarto e documentaram cada interação entre eles durante 30 minutos.

Depois, mediram os níveis de ocitocina tanto na urina dos cães como na de seus donos e descobriram que o contato visual constante entre eles elevou os níveis do hormônio no cérebro de ambos.

Em um segundo experimento, os pesquisadores passaram ocitocina nos focinhos de alguns cachorros e os colocaram em um quarto com seus donos e alguns desconhecidos. Os animais responderam aumentando o tempo que olhavam para seus donos e, após meia hora os níveis de ocitocina cresceram nos donos dos cachorros tratados. Os pesquisadores acreditam que este mecanismo de conexão entre o homem e o cachorro tenha surgido durante o processo de domesticação destes animais.
Fonte:  Jornal Alto Madeira
AMO OS ANIMAIS


310. POINT DO MOTOCICLISTA

310. POINT DO MOTOCICLISTA
AVENIDA NAÇÕES UNIDAS COM RUA SALGADO FILHO
PRAÇA DO MOTOCICLISTA
25.04.2015

Mais um Point do Motociclista realizado neste sábado (25). Como todos sabem na semana passado, mais precisamente no dia 18 comemoramos o 6º Aniversário do Point, festa muito bem organizada pelo motociclista Cisne. Este escriba, como já foi dito não esteve presente fisicamente, porém sim espiritualmente. Uma festa bonita, organizada e feita principalmente com amor ao nosso Point. Mais uma vez parabéns.

No Point do Motociclista realizado hoje, a alegria novamente estava presente. Recebemos a visita do Zenilson pela pela primeira vez ao Point. Também registramos a presença do amigo e motociclista Dourival, o mesmo está se recuperando bem do acidente sofrido no ano passado. Graças a Deus tudo vai indo bem com a sua recuperação.  Ficamos agradecidos pela presença de ambos os queridos amigos.  Veja as fotos do Point de hoje.



 


Zenilson, pela primeira visitando o Point










Namorado "cuidadoso"

Clique no link abaixo e veja o cuidado do namorado com a jovem (linda) atleta: 

Reproduzir o vídeo

Fonte: Postagem sugerida pelo Amigo Paulo Cantarella de Vitória / ES


CONVITE - Encontro de Motociclistas



 O convite está feito, escolha um ou os dois e participe!


FIM DO FM

 O rádio de FM, a frequência modulada, vai acabar. Não é um erro de digitação. A Noruega anunciou que vai desativar todas as emissoras de rádio em FM em janeiro de 2017. Até lá as rádio vão se transformar em digitais. Com novos transmissores, o sinal é comprimido, usa formatos como o MP2 e é distribuído em sinal  digital. Segundo o governo norueguês a razão é econômica e tecnológica. A emissão em digital acrescenta outros serviços a emissora, hoje não disponíveis, e o rádio acompanha as outras mídias que também se digitalizam.   Na Grã Bretanha o fim do FM está marcado para 2022. Hoje a frequência modulada standard vai de 87,5 a 108 megahertz. Ela já foi um avanço em relação as AM, ou amplitude modulada, que é medida em kilohertz e enfrenta sérios problemas técnicos de propagação e por isso é considerada uma tecnologia ultrapassada. Contudo essa migração para o FM está ameaçada com o avanço acelerado da tecnologia.
 A internet multiplicou o número de emissoras. Elas podem ser ouvidas em qualquer plataforma que o público desejar e a propagação se dá por wi fi ou telefonia celular. Assim, o aparelho de rádio hoje é qualquer gadget que tem acesso a internet.  O número de emissoras é infinito, haja vista que, qualquer site pode ter a sua rádio. Da Caramelo, comunitária de Taiaçupeba, a uma grande emissora comercial. A profusão de rádios via web provocou uma fragmentação da audiência das grandes emissoras e, graças a nova tecnologia, a competição é de igual para igual. Começa com o alcance que é global para todas. Sindicatos, igrejas, empresas, ONGs,associações de todo tipo, sites pessoais, todos podem ter a sua emissora. Basta clicar para ouvir.  Muitas disponibilizam imagem, e a interatividade vai do e-mail ao what´s app e uma série de novos aplicativos que surgem a cada dia. Assim, nenhum veículo de comunicação pode escapar das mudanças. Uns são conscientes e e se adaptam, outros resistem agarrados ao saudosismo ou a falta de investimentos. Darwin já dizia que os que sobrevivem não são os mais fortes, mas os que se adaptam.
O Brasil tem aproximadamente 1 700 rádios AM. Segundo uma regulamentação do governo todas vão se transformar em FMs. Algumas até já iniciaram o processo de mudanças para novas faixas estendidas , inferiores ao 87,5 onde estão todas as rádios comunitárias regulares. Isto se deve a falta de espaço para a migração de todas as emissoras interessadas em cada município.  Contudo a maior parte delas não vai instalar um processo de digitalização. Vai ficar com o sinal  analógico. Ele foi uma boa ideia  que começou na década de 1920 e pelo jeito vai durar cem anos. Mas a válvula também foi uma boa ideia... Com todas as emissoras no FM a competição vai aumentar e pode chegar ao canibalismo. Vale a pena investir em uma tecnologia que já está condenada em alguns países do mundo? Esta é uma reflexão que os radio difusores brasileiros têm que fazer diante da enxurrada de novas possibilidades de propagação do áudio. Eu mesmo só ouço rádio no meu smart phone.
Fonte: Heródoto Barbeiro - Record News - São Paulo/SP